Ir para conteúdo do site
Ir para conteúdo do site

Ir para conteúdo

Câmara de Itaquaquecetuba
Acompanhe-nos:
Facebook
Youtube
Instagram
Notícias
Enviar para um amigo!
Indique essa página para um amigo com seus dados
Obs: campos com asterisco () são obrigatórios.
Enviando indicação. Por favor, aguarde...
MAR
21
21 MAR 2019
Legislativo realiza Audiência Pública da Saúde
Foto Noticia Principal Grande
Adriana do Hospital percebeu números diferentes da prefeitura e do Portal da Transparência
Prefeitura recebeu R$ 334 milhões em recursos e aplicou R$ 85 milhões na área da Saúde em 2018; Vereadores questionaram valores diferentes e obras inacabadas na cidade

A Câmara Municipal de Itaquaquecetuba realizou na tarde desta quinta-feira (21/03) a audiência pública da Secretaria Municipal da Saúde referente ao 3º quadrimestre de 2018. A mesa do Plenário Vereador Maurício Alvez Braz foi ocupada pelo presidente da Câmara, o vereador Edson Rodrigues (Podemos), o Edson da Paiol, a secretária adjunta da Saúde, Silmara do Carmo Pereira, e os parlamentares Adriana Aparecida Felix (PSDB), a Adriana do Hospital, João Batista Pereira de Souza (PSDB), o Pelé da Sucata, e Armando Tavares dos Santos Neto (Patriota), o Armando Neto.

Após a abertura feita pelo presidente da Casa, a secretária adjunta de Saúde da prefeitura foi apresentada ao público presente e explicou a falta do titular da pasta. “Estou aqui no lugar do secretário (da Saúde) William Harada, que não pôde comparecer por ter compromissos externos”, disse ela.

“A aplicação apresentada acaba sendo a do ano (de 2018) inteiro, já que o terceiro quadrimestre é o último e os valores vão acumulando desde o início do ano. Desta forma, a prefeitura recebeu R$ 334 milhões em recursos e, desses valores, aplicou R$ 85 milhões na área da Saúde, 10% a mais que o mínimo exigido por lei, que é de 15%”, disse a secretária-adjunta.

Após a fala da secretária, a vereadora Adriana do Hospital questionou uma divergência entre os números apresentados e os dados do Portal da Transparência. “Você fala em 25,72%, aqui no portal está 25,78%. Há uma diferença”, falou a parlamentar. Em contraponto, Silmara respondeu que isso pode ter ocorrido por causa de despesa empenhada (já utilizada) e despesa líquida (destinada para uso). Adriana lembrou que não é a primeira vez que os números não são exatos e idênticos com os do portal.

Outro parlamentar que tomou a palavra foi Pelé da Sucata. Ele questionou como é feito o planejamento para obras da Saúde em Itaquá. “No Jardim Zélia, uma obra da Saúde está servindo de moradia para usuário de drogas, traficantes e estupradores”, questionou o vereador. A secretária adjunta da Saúde diz que o projeto desse bairro se arrasta há muitos anos e ocorreram problemas com empresas licitadas. “Entendo sua colocação, pois uma obra inacabada prejudica a população. Vou levar o pedido de pelo menos fechar o local para não ser acessível às pessoas”, respondeu ela.

Edson da Paiol também fez um questionamento à secretária. “Quero falar do Centro de Saúde Infantil. A prefeitura vai gastar R$ 237 mil para reformar o prédio que vai abrigar o Centro, que nem foi inaugurado. O que você acha disso? Pagar R$ 237 mil, um valor alto, para reformar um prédio considerado novo?”. Silmara respondeu dizendo que a reforma faz parte de gasto natural que todo imóvel sofre com o tempo.

 

Quanto a prefeitura investiu em Saúde em 2018?

Receita total: R$ 334.089.662,72 (100%)

Aplicado em Saúde: R$ 85.947.619,19 (25,72%)

Mínimo exigido por lei: 15% da receita total

 

Câmara de Itaquá.
Acompanhe
LOCALIZAÇÃO
Rua Vereador José Barbosa de Araújo, Nº 267, Vila Virgínia, Itaquaquecetuba
CEP: 08573-040
ATENDIMENTO
Segunda à sexta-feira das 9 às 17 horas - Sessões ordinárias todas as terças-feiras, a partir das 15 horas
NEWSLETTER
Clique aqui para se inscrever e receba informativos da Câmara em seu e-mail
Seta
Copyright Instar - 2006-2020. Todos os direitos reservados - Instar Tecnologia Instar Tecnologia