Ir para o conteúdo

Câmara de Itaquaquecetuba
Acompanhe-nos:
Rede Social Facebook
Rede Social Youtube
Rede Social Instagram
Notícias
Enviar para um amigo!
Indique essa página para um amigo com seus dados
Obs: campos com asterisco () são obrigatórios.
Enviando indicação. Por favor, aguarde...
JUN
18
18 JUN 2021
AUDIÊNCIAS
277 visualizações
Reunião na Câmara inicia debate sobre Plano de Saneamento Básico
Foto Noticia Principal Grande
Audiência ocorreu no plenário da Câmara
Prefeitura pretende ouvir a população para discutir e propor melhorias nos serviços de água e esgoto

A Secretaria Municipal de Meio Ambiente de Itaquaquecetuba e a Companhia de Saneamento Básico do Estado de São Paulo (Sabesp) abriram uma audiência pública, na Câmara Municipal, na tarde desta quinta-feira (17) para revisar o Plano de Saneamento Básico (PMAE) e adequá-lo às necessidades atuais. O encontro contou com a presença (online) do secretário estadual do Meio Ambiente, Marcos Penido; do prefeito Eduardo Boigues (PP); do secretário da pasta, João Carlos Navarro; do adjunto, Siclanei Castaldi, o Tiko; além de representantes da Sabesp. Os vereadores Rolgaciano (PP), Mário Charutinho (PP), Cowboy Edimar (MDB), Edson Moura (PL) e Fábio do Açougue (PP) participaram da audiência.
Na reunião foram apresentadas propostas de novas ações a curto, médio e longo prazo por tratar-se de um planejamento dinâmico, que depende de uma série de fatores para a execução. Nesta etapa, a população pode contribuir com sugestões que visam o melhoramento do sistema de abastecimento e esgotamento sanitário em toda a cidade, até o dia 30 deste mês, por meio do preenchimento do formulário disponível no site da Prefeitura.
O prefeito Eduardo Boigues explicou que é muito importante que a população participe neste momento para trazer suas sugestões. “É importante abordar este assunto, pois estamos falando daquilo que precisamos e também o quanto vai impactar a cidade daqui pra frente. É uma grande conquista para a cidade”, explica.
Já o secretário da pasta, João Carlos Navarro, disse que este momento é de atenção. “Precisamos ouvir a demanda que vem da população. É a forma mais assertiva de saber o que a cidade precisa hoje e o que precisará daqui a 10 anos. É o planejamento urbanístico sendo colocado em prática com a finalidade de atualizar o Novo Marco Legal do Saneamento”, pontua.
Todas as ideias e sugestões apresentadas na audiências serão anexadas a um processo e enviadas para aprovação na Câmara de Vereadores, posteriormente ao Governo do Estado e, então, executadas.

Seta
Versão do Sistema: 3.1.5 - 04/10/2021
Copyright Instar - 2006-2021. Todos os direitos reservados - Instar Tecnologia Instar Tecnologia