Ir para o conteúdo

Câmara de Itaquaquecetuba e os cookies: Nosso site usa cookies para melhorar a sua experiência de navegação. Ao continuar você concorda com a nossa Política de Cookies e Privacidade.
OK
Câmara de Itaquaquecetuba
Acompanhe-nos:
Rede Social Facebook
Rede Social Instagram
Rede Social Youtube
Notícias
Enviar para um amigo!
Indique essa página para um amigo com seus dados
Obs: campos com asterisco () são obrigatórios.
Enviando indicação. Por favor, aguarde...
NOV
24
24 NOV 2022
AUDIÊNCIAS
70 visualizações
Previsão de arrecadação é de R$ 1,4 bilhão para 2023
enviar para um amigo
receba notícias

A Prefeitura de Itaquaquecetuba prevê uma arrecadação de R$ 1,4 bilhão para o ano de 2023, R$ 400 mil a mais do que o valor estipulado para o ano atual, que foi de pouco mais que R$ 1 bilhão. Os números foram divulgados durante a Audiência Pública da Lei Orçamentária Anual (LOA) realizada ontem (22/11) na Câmara Municipal.
Comandada pelo presidente da Comissão Permanente de Finanças e Orçamento da Câmara, o vereador Lucas de Assis Costa (PP), o Lucas do Liceu, e dos membros vereador Diego Gusmão Silva (Avante), o Diego Estilo Raro, e Fábio Aparecido Burgue (PP), o Fábio do Açougue, a audiência contou com a presença do secretário municipal de Finanças e Orçamento, Mario Toyama, e do assessor especial de Gestão, Ricardo Nogueira.
Na ocasião, o secretário apresentou as estimativas para o próximo ano e destacou alguns pontos, como a previsão de aplicação de mais de 30% na área da saúde, sendo que a lei exige aplicação mínima de 15%, ou seja, mais que o dobro da obrigação. Ele falou ainda do enxugamento da máquina pública, que tem gerado economia aos cofres públicos. “A Prefeitura gasta muito menos do que o teto permitido por lei”, comentou.
O presidente da Câmara, vereador David Ribeiro da Silva (PP), do David Neto, acompanhou a audiência e ressaltou que o Poder Legislativo tem contribuído com a economia do município, pois os vereadores gastam pouco e a Casa de Leis evita fazer compras de valores altos, além de sua gestão, em conjunto com a Prefeitura, ter focado em desapropriar o prédio da Câmara e desta forma economizar com os alugueis.
A audiência foi transmitida em tempo real pelo Facebook e contou com a presença dos vereadores Mario Charutinho (Pode), Ceará (PP), Mané Barranco (PP), Gilson Fidelis (PSC) e Luiz Coutinho (PSDB).

Vídeo Vinculado
23/06/2022
Audiência Pública da LDO 2023
Seta
Versão do Sistema: 3.2.9 - 07/12/2022
Copyright Instar - 2006-2022. Todos os direitos reservados - Instar Tecnologia Instar Tecnologia