Ir para o conteúdo

Câmara de Itaquaquecetuba e os cookies: nosso site usa cookies para melhorar a sua experiência de navegação. Ao continuar você concorda com a nossa Política de Cookies e Privacidade.
ACEITAR
PERSONALIZAR
Política de Cookies e Privacidade
Personalize as suas preferências de cookies.

Clique aqui e consulte nossas políticas.
Cookies necessários
Cookies de estatísticas
SALVAR
Câmara de Itaquaquecetuba
Acompanhe-nos:
Rede Social Facebook
Rede Social Instagram
Rede Social Youtube
Notícias
Enviar para um amigo!
Indique essa página para um amigo com seus dados
Obs: campos com asterisco () são obrigatórios.
Enviando indicação. Por favor, aguarde...
MAR
21
21 MAR 2024
SESSÕES
2309 visualizações
Programa Lote Social Urbanizado é aprovado para combater o déficit habitacional
Foto Noticia Principal Grande
Projeto de lei que cria o programa foi aprovado durante a 7ª sessão ordinária - Foto: Divulgação/CMI
enviar para um amigo
receba notícias
Objetivo é conseguir terrenos para a construção de imóveis e ajudar famílias a saírem do aluguel e de áreas de risco
Com o objetivo de combater o déficit habitacional em Itaquaquecetuba, que segundo o presidente da Câmara, vereador David Ribeiro da Silva (PP), o David Neto, ultrapassa o número de 30 mil famílias sem casa própria, o Programa Lote Social Urbanizado foi aprovado durante a 7ª sessão ordinária de 2024, realizada no dia 19 de março.
O projeto de lei que institui o programa informa que ele será voltado a promover, custear e implantar lotes urbanizados para atendimento ao direito de moradia no município. “É o primeiro programa habitacional criado na região do Alto Tietê voltado para pessoas que precisam de moradia”, ressaltou David.
O presidente falou que estuda, há três anos, junto ao prefeito Eduardo Boigues (PP) e à secretária municipal de Habitação, Angela Quirino, como colocar em prática este projeto. “Quero agradecer ao prefeito, pois isso foi um compromisso nosso de campanha, de que iríamos criar um projeto habitacional na cidade. E agora este projeto vai ajudar a combater o nosso déficit habitacional”, explicou.
David concluiu dizendo que o objetivo do projeto é conseguir junto ao governo do Estado, empresas e pessoas, que lotes de terrenos sejam usados para a construção de moradias, e que pelo menos 20% das unidades sejam destinadas a moradores de áreas de risco. “Tem também aquelas pessoas que compraram um lote e não conseguem fazer a regularização. O objetivo é ajudar às pessoas a ficarem com seu imóvel regularizado”, finalizou.
Vídeo Vinculado
19/03/2024
7ª Sessão Ordinária de 2024
Seta
Versão do Sistema: 3.4.1 - 29/04/2024
Copyright Instar - 2006-2024. Todos os direitos reservados - Instar Tecnologia Instar Tecnologia