Ir para o conteúdo

Câmara de Itaquaquecetuba e os cookies: nosso site usa cookies para melhorar a sua experiência de navegação. Ao continuar você concorda com a nossa Política de Cookies e Privacidade.
ACEITAR
PERSONALIZAR
Política de Cookies e Privacidade
Personalize as suas preferências de cookies.

Clique aqui e consulte nossas políticas.
Cookies necessários
Cookies de estatísticas
SALVAR
Câmara de Itaquaquecetuba
Acompanhe-nos:
Rede Social Facebook
Rede Social Instagram
Rede Social Youtube
Notícias
Enviar para um amigo!
Indique essa página para um amigo com seus dados
Obs: campos com asterisco () são obrigatórios.
Enviando indicação. Por favor, aguarde...
FEV
29
29 FEV 2024
CÂMARA
2435 visualizações
Vereadores apresentam demandas para a Sabesp
Foto Noticia Principal Grande
Reunião ocorreu no Plenário da Câmara Municipal - Foto: Divulgação/CMI
enviar para um amigo
receba notícias
Representantes da Companhia detalharam plano de ações no município e anotaram as reivindicações dos parlamentares
A Câmara Municipal de Itaquaquecetuba e a Companhia de Saneamento Básico do Estado de São Paulo (Sabesp) realizaram ontem (28/02) uma reunião para tratar de diversas demandas da cidade. Esgoto a céu aberto, inundações e reparos no asfalto foram alguns dos assuntos apresentados pelos vereadores. A empresa demonstrou quais serviços estão sendo realizados e o que está para acontecer nos próximos meses.
De início, o superintendente Operacional Leste, Marcio Gonçalves de Oliveira, e o superintendente de Gestão de Empreendimentos, Guilherme Machado Paixão, fizeram uma apresentação onde demonstraram vários serviços entregues pela Sabesp, projetos em andamento e licitações prestes a serem assinadas, que visam melhorar os serviços de abastecimento e coleta de esgoto em Itaquaquecetuba.
Em seguida, os vereadores tomaram a palavra e apresentaram as demandas da população. O presidente da Câmara, vereador David Ribeiro da Silva (PP), o David Neto, falou da necessidade de a empresa tratar o esgoto e parar de despejá-lo no rio. “Quando chove no bairro Vila Maria Augusta, por exemplo, e ocorrem os alagamentos, depois que seca, as ruas ficam cheias de esgoto, de fezes. É uma situação horrível”, explicou.
O presidente mostrou um vídeo do Rio Tietê, com imagens gravadas por um drone, onde era possível ver os locais que mais sofrem com as inundações. “São toneladas de esgoto que a Sabesp despeja no rio. Não vai adiantar desassorear e o esgoto continuar entupindo o rio”, ressaltou David.
O vereador Lucas de Assis Costa (PP), o Lucas do Liceu, falou que até a Sabesp sofre com a enchente que ela mesma ajuda a causar, se referindo à Estação Elevatória de Esgoto (EEE) Itaquaquecetuba, que não está funcionando porque teve equipamentos danificados após um alagamento. “É muito importante ouvir a gente. Somos o município com menos tratamento de saneamento básico”, pontuou. Para Lucas, a pergunta principal é: “Quando a Sabesp vai parar de jogar esgoto no rio?”.
O vereador Edson Moura (PL) criticou os prazos das obras da Companhia. “Não podemos esperar muito por essas obras (de saneamento básico). Colocam prazos longos e as coisas ficam prontas só lá para 2030, 2040. Licitação precisa de prazo certo e que seja cumprido à risca”, comentou.
Já o vereador Diego Gusmão Silva (Avante), o Diego Estilo Raro, pontuou a má qualidade dos serviços prestados por empresas terceirizadas da Sabesp. “Sabemos que uma empresa terceirizada é que conserta os buracos das obras nas ruas, mas o problema é que é muito mal feito. Ficam ondulações, buracos mal tampados. Fui em Arujá e o conserto é bem melhor do que aqui em Itaquá. Por que isso?”, perguntou o parlamentar.
O vereador Edivan Olinda de Sousa (PP), o Ceará, e o vereador Manoel Missias da Silva (PP), o Mané Barranco, pediram que a Sabesp “olhe” com mais carinho para Itaquaquecetuba. Por fim, o presidente David Neto ressaltou que essa reunião “é um pedido de socorro mesmo para a Sabesp. Para que a nossa cidade receba melhores serviços”. Os vereadores Edimar Candido de Lima (MDB), o Cowboy Edimar; e Gilson Fidelis (PSC) também estavam presentes.
Os representantes da Companhia responderam a todas as perguntas, explicaram os motivos de alguns transtornos e apontaram projetos que podem ajudar a solucionar os casos, como o programa “Intrega Tietê”, que prevê uma série de medidas que ajudarão no combate às enchentes em Itaquá e região, além de obras que estão levando saneamento básico para vários bairros da cidade, como o Parque Viviane. Eles detalharam também o que ocorreu com a EEE Itaquaquecetuba, que está recebendo reparos após a inundação que danificou equipamentos. A previsão é que a estação volte a funcionar no final do ano e com isso o tratamento de esgoto na cidade possa melhorar.
Seta
Versão do Sistema: 3.4.1 - 29/04/2024
Copyright Instar - 2006-2024. Todos os direitos reservados - Instar Tecnologia Instar Tecnologia